quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Defesa colombiana pára seleção brasileira


Robinho pede o apoio da torcida.

A seleção brasileira não consegue se acertar nos jogos dentro de casa. Mais uma vez, perante a torcida carioca, a seleção não apresentou a mesma atuação do jogo contra a Venezuela, fora de casa. O problema foi a marcação colombiana, que parou o ataque brasileiro impossibilitando boas chances de gol. A conseqüência foi mais um 0 a 0 dentro de casa e a irritação da torcida brasileira.
A maioria das seleções que enfrentam o Brasil joga na retranca, com a marcação forte. Foi exatamente isso o que a Colômbia fez, jogando com duas linhas de quatro, na zaga e no meio-campo. A seleção brasileira precisava sair em velocidade, tocando a bola com rapidez para chegar ao gol colombiano. Os volantes Gilberto Silva e Josué tinham dificuldade em sair com a bola e os passes na defesa irritaram os torcedores.
Já Colômbia tocava a bola com facilidade, mas os jogadores erravam na hora de finalizar. O primeiro chute a gol foi do colombiano Bedoya, aos sete minutos. O Brasil fez o primeiro chute contra o gol de Agustín, aos 21 minutos. Os melhores lances da seleção brasileira aconteceram pelo direito com o Maicon se apresentando com freqüência. O lateral direito ainda foi destaque na defesa, salvando algumas bolas colombianas.


Kaká foi bem marcado dentro de campo.

Com a intensa marcação da Colômbia, os destaques individuais não apareceram durante o jogo. Robinho e Kaká até que tentavam buscar a bola e chamar o jogo, mas logo que pegavam a bola, dois ou três colombianos se aproximavam e paravam a jogada. Desde 2006 a seleção não consegue duas vitórias seguidas nas eliminatórias para Copa. Esse é o terceiro jogo da seleção no Brasil que termina em empate sem gols. Em Belo Horizonte contra a Argentina e no Engenhão, contra a Bolívia, o placar ficou no 0 a 0.
No segundo tempo o Brasil voltou com mais disposição e passou a pressionar a seleção colombiana. Dunga trocou Elano por Mancini, mas o atacante não rendeu muito em campo. Pato entrou no lugar de Robinho e Thiago Silva substituiu Juan, que saíram contundidos. O Brasil ganhou mais velocidade e até chegou mais vezes ao gol colombiano, mas sem perigo. A torcida aborrecida com o resultado vaiou por diversos momentos e repetiu a fala de outros jogos: “Adeus Dunga”.


Dunga é vaiado no Maracanã.

Sob vaias a seleção brasileira deixou o gramado do Maracanã sem marcar nenhum gol em casa. O Brasil precisa de entrosamento dentro de campo para enfrentar equipes de marcação forte para não apresentar partidas como as últimas jogadas em casa. O torcedor não quer ver um time recuado e trocando passes na defesa. A seleção só se destaca com boas partidas contra seleções que saem para o jogo e deixam nossos jogadores livres. Precisamos aprender a jogar sem a bola e com mais velocidade para fugir dessa marcação.
Mesmo com o empate o Brasil permanece em segundo lugar da tabela com 17 pontos contra 23 de Paraguai que venceu o Peru por 1 a 0. A Argentina segue em terceiro com 16 pontos, apesar da derrota para o Chile, quarto colocado também com 16. A próxima rodada das eliminatórias só acontece em março do ano que vem.

4 comentários:

marina hmc disse...

Ana!!!! Seu blog tá mto legal!!!! O visual tá bacana, bastante imagens e ótima redação!!! Pena q eu não entendo de futbol, nem vi o jogo para fazer comentários acerca do assunto rsrsr Mas sigo invicta com meu troféu joinha rsrsr (piada interna). Parabéns pelo blog!! Bjuxx

Guilherme disse...

Olá Aninha! Parabéns pelo Blog. Ele está bem legal e bem escrito! Continue assim! Em relação ao jogo do Brasil, acredito que não falta força de vontade aos jogadores, mas sim, esquema tático definido e critérios de convocação. Átuação pífia! :)

Tatiane disse...

oi Ana, otimo comentário a cerca o jogo. Acho q a falta de vontade dessa turma so não é maior que o salário que eles ganham. Adoro quando isso acontece porque para melhorar é preciso piorar.
bjo

Anônimo disse...

Ana !!!

Adorei seu blog !
Parabéns !!!
Vc achou novidade a raposa ganhar do galo ??? Eu não !!! rssss
Bjs

Pité