quinta-feira, 28 de maio de 2009

Internacional vence em casa e Corinthians arranca um empate no Maracanã

Nas duas partidas desta quarta-feira pela semifinal da Copa do Brasil, Inter e Corinthians saíram em vantagem para o próximo jogo. O time gaúcho venceu o Coritiba no estádio Beira-Rio por 3 a 1 e pode até perder por um gol de diferença que ainda passa para a final. Na outra decisão da noite, o Vasco da Gama recebeu o Corinthians no Maracanã, mas não conseguiu sair com a vitória. O Timão saiu na frente e obrigou o Vasco a correr atrás do empate. A partida terminou em 1 a 1. Na próxima partida em São Paulo, o Corinthians se classifica se empatar sem gols e uma vitória simples ou empate com gols dá a vaga ao Vasco.


Rodrigo Pimpão conseguiu arrancar o empate contra o Corinthians, no Maracanã.
Com mais de 72 mil pessoas no Maracanã, as duas equipes se encontraram sem suas principais estrelas. Ronaldo, pelo lado do Timão, está machucado e não jogou. A equipe vascaína perdeu Carlos Alberto suspenso. Mesmo sem Ronaldo, o Corinthians foi para cima. Atacando mais, aproveitou as falhas na defesa do Vasco para marcar o primeiro gol do jogo. Aos 27 do primeiro tempo, Jorge Henrique tocou para Dentinho dentro da área que chutou na saída do goleiro. O time carioca só reagiu no segundo tempo. Voltou mais forte, pressionando no ataque e aos 19 minutos, conseguiu empatar. Rodrigo Pimpão dividiu uma bola na pequena área com William que enganou Felipe e acabou entrando. O Corinthians, cansado, passou o resto do jogo administrando o placar, mas ainda perdeu um gol feito no final do tempo.
Taison foi o nome do jogo no Beira-Rio, marcou um gol e participou dos outros dois.

No Beira-Rio, o jogo entre Inter e Coritiba começou truncado, com as equipes marcando forte. O time paranaense começou pressionando e assustou o Inter ao marcar logo aos 14 minutos. Álvaro não cortou uma bola na área que sobrou para Marcos Aurélio acertar o ângulo direito do goleiro Lauro. O time da casa não se abateu e chegou ao empate sete minutos depois. Taison, destaque do jogo, chutou rasteiro da intermediaria e marcou. Caçado dentro de campo, o atacante Nilmar saiu machucado ao sofrer um falta forte e cair de mau jeito. Na volta do intervalo, o Inter virou o jogo em apenas dois minutos. Aos 14, Alecsandro recebeu a bola na área e ampliou e aos 16 foi a vez de Andrezinho fazer o dele. O Coxa bem que tentou diminuir a diferença, mas o time de Tite conteve os ataques e controlaram a partida até o final.

Barcelona vence Manchester e leva a Liga dos Campeões


Na disputa entre os dois melhores times da Europa e do mundo, a Espanha saiu vitoriosa. Para coroar um ano excelente, o Barcelona – que já havia vencido o Campeonato Espanhol e a Copa do Rei da Espanha – ganhou do Manchester por 2 a 0 e conquistou a Liga dos Campeões, nesta quarta, no estádio Olímpico de Roma, na Itália, garantindo pela primeira vez a tríplice coroa. Samuel Eto'o e Lionel Messi marcaram os gols do Barça. O time catalão foi melhor em campo e mesmo com o melhor jogador do mundo em campo, Cristiano Ronaldo, o Manchester não fez uma boa apresentação. O Barcelona dominou a partida e mereceu a vitória. A Espanha já venceu a Liga dos Campeões 12 vezes, sendo nove só do Real Madrid, e a Inglaterra tem 11 títulos, vencendo o ano passado com o Manchester. Festa da torcida catalã na Itália!

quarta-feira, 27 de maio de 2009

Pitágoras/Minas e Flamengo saem na frente nas semifinais do NBB

Os times de Minas e do Rio de Janeiro largam com vantagem na série dos playoffs de melhor de cinco da semifinal do NBB. Na noite de terça-feira, o Flamengo venceu o Ciser/Araldite/Univille/Joinville, por 88 a 86, em Joinville/SC. As duas equipes voltam a se encontrar nesta sexta-feira, às 21h30m, no ginásio do Tijuca, no Rio. O terceiro jogo também será no Rio de Janeiro e se vencer os dois confrontos em casa, o Flamengo passa para a final do NBB. Na outra semifinal o Pitágoras/Minas não teve dificuldades para vencer o Universo/BRB/Financeira Brasília, na Arena Vivo, nesta quarta, por 91 a 78. Os dois próximos jogos serão neste sábado e domingo em Joinville. As duas equipes voltaram a se encontrar em BH, na terça-feira, dia 02.



Flamengo vence o Ciser/Araldite/Univille/Joinville em partida emocionante.


A equipe carioca, que se classificou em primeiro na primeira fase, sofreu para vencer o time catarinense. O jogo só foi decidido faltando quatro segundos do fim. O destaque da partida foi o ala-armador Marcelinho, que além de cestinha com 32 pontos, foi decisivo para a vitória do Flamengo. O Ciser/Araldite/Univille/Joinville chegou a abrir boa vantagem no terceiro quarto, mas deixou o Flamengo reagir. Faltando cinco minutos para acabar, o time da casa perdia por nove pontos de diferença, mas empurrado pela torcida, diminuiu para dois. A oito segundos do fim, o ala-pivô Tiagão do Joinville, acertou uma cesta de dois pontos e empatou a partida em 86 a 86. Mas Marcelinho sofreu falta do mesmo Tiagão e converteu os dois lances livres selando a vitória flamenguista.



Pitágoras/Minas vence com facilidade o Universo/BRB/Financeira Brasília.
Na Arena Vivo, o Pitágoras/Minas, contou com os ala Shipp e o pivô Murilo para vencer o Universo/BRB/Financeira Brasília sem problemas. A partida começou equilibrada, com as equipes se revezando à frente no placar. Até a primeira metade do jogo o time mineiro errava na marcação e o Universo/BRB/Financeira Brasília conseguiu abrir vantagem. Mas a partir do terceiro quarto a situação inverteu, e a equipe do técnico Lula Ferreira parecia perdida em quadra. Passou a pecar na marcação e a equipe mineira aproveitou para passar à frente e aumentar a diferença. Com a vantagem no placar o Pitágoras/Minas só administrou o jogo sem chances de reação para o Universo/BRB/Financeira Brasília.

domingo, 24 de maio de 2009

Jenson vence quinta corrida e Rubinho é segundo de novo

A temporada da Fórmula 1 de 2009 começou cheia de mudanças. Novas regras, novas equipes, novos pilotos e resultados inesperados. Nos últimos anos a disputa pelo título ficou entre três equipes, Ferrari, McLaren e Renault. E o número de pilotos que brigavam pela vitória não passava de meia dúzia. Nomes consagrados, já conhecidos do público, que dirigiam as melhores máquinas, aquelas apresentadas acima, ficavam sempre entre as primeiras posições: Michael Schumacher, Fernando Alonso, Kimi Raikkonen, Lewis Hamilton, e os brasileiros Felipe Massa e Rubens Barrichello.

Brawn GP consegue a dobradinha na largada, com Button em primeiro e Rubinho em segundo.
Mas um novo nome está se destacando na temporada de 2009. Na verdade dois. A nova escuderia Brawn GP, antiga Honda, e um piloto que até então não trafegava entre os primeiros, o inglês Jenson Button. A nova equipe já chegou causando polêmica, ao usar um difusor que para alguns era ilegal. Não era. O aerofólio dianteiro tinha uma nova aerodinâmica, o que deixou o carro da escuderia um dos mais rápidos da temporada. Logo na primeira corrida, a Brawn GP conseguiu um feito que apenas duas outras estreantes realizaram: dobradinha de pilotos no pódio. Jenson Button e seu companheiro Rubens Barrichello.


Barrichelo, Button e Raikkonen no pódio do GP de Mônaco.

O inglês, que tem como melhor colocação um terceiro lugar no campeonato de 2004, e antes da Brawn GP só havia vencido uma corrida, em 2006, pela Honda. Este ano ele é o líder do campeonato com 51 pontos e cinco vitórias em seis corridas. E hoje não foi diferente no GP de Mônaco. Ele largou na pole e manteve a liderança até o fim, para conquistar a quinta vitória da temporada. Barrichello, seu companheiro de equipe nos últimos dois anos pela Honda e hoje pela Brawn GP, conquistou o segundo lugar pela terceira vez e é o vice no campeonato com 35 pontos. A Ferrari chegou ao pódio pela primeira vez no ano com Kimi Raikkonen, na terceira posição. Massa chegou em quarto, marcando os primeiros pontos.
Será que uma nova equipe vai assumir o lugar das antigas e tradicionais escuderias e vencer um campeonato no ano de estréia com um piloto em destaque? Ainda dá tempo para os outros carros se ajustarem para brigar de igual com a Brawn GP? E Rubens Barrichello? Novamente na escuderia que mais tem vencido na temporada vai continuar como segundo piloto, chegando sempre em na segunda posição? Deixe sua opinião sobre a temporada da Fórmula 1 2009 nos comentários abaixo.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Em partidas emocionantes são definidos os quatro semifinalistas da Copa do Brasil

Coritiba e Internacional, Vasco e Corinthians. Esses são os quatro semifinalistas da Copa do Brasil. A competição, que começou em fevereiro, tinha 64 times de todo o país. 60 já foram eliminados e agora os quatro restantes disputam o título e uma vaga na Taça Libertadores, que apenas um vai alcançar. Quem tem mais chances? Os jogos que definiram as quatro vagas foram equilibrados e cheios de emoção. O Coritiba foi o primeiro a se classificar, ao vencer a Ponte Preta, na terça-feira, por 1 a 0. Inter, Vasco e Corinthians garantiram a vaga nesta quarta-feira.

Andrezinho fez o gol da vitória do Inter e garantiu a vaga colorada.

A partida mais eletrizante aconteceu no Beira-Rio, entre Internacional e Flamengo. O primeiro confronto terminou em 0 a 0 e um empate com gols classificaria o Rubro-Negro. Como na primeira partida os dois times mantiveram a defesa atenta e a marcação forte no primeiro tempo, e parecia que o 0 ia continuar no placar. Mas o lateral Juan mudou a história em um erro bobo. Ao recuar a bola, tocou fraco e Nilmar aproveitou a chance. O atacante disparou em direção a área flamenguista e deu passe perfeito para Taison marcar. No segundo tempo o Flamengo foi para o tudo ou nada. Mas o Inter contava com um gigante em campo, que chegava em todos os lances e roubou diversas bolas. O argentino Guiñazu foi o destaque do jogo. Mas a pressão flamenguista deu resultado. Aos 29 minutos, Kleberson achou Emerson na área que mandou para o gol, empatando a partida. A vaga parecia do Flamengo. Mas o Inter tinha uma arma secreta que entrou no finzinho da partida e que o Rubro-Negro conhece bem. Andrezinho, ex-flamenguista, acertou em cheio o gol do Bruno, cobrando falta. Inter classficado!


Chicão comemora o primeiro gol do Corinthians em cima do Fluminense.

Na decisão no Maracanã, o Fluminense tinha uma difícil tarefa, vencer o Corinthians por dois gols de diferença. E logo no início da partida o Flu viu que o trabalho seria mais árduo. Aos seis minutos, Chicão abriu o placar para o Timão, com uma linda cobrança de falta. O time carioca sentiu o gol e para piorar dez minutos depois, Jorge Henrique aumentou. Dentinho fez acertou um lançamento e o meia encobriu o goleiro com um toque de coxa. O Fluminense, empurrado pela torcida, saiu atrás do resultado. No fim do tempo, Fred marcou um gol que foi anulado por impedimento. No segundo tempo, o Corinthians relaxou e Fluminense aproveitou a chance. Conca criou as jogadas dos dois gols de empate. No primeiro, ele chutou forte e Alan pegou o rebote, diminuindo a diferença. No segundo, o meia deu um belo passe para Thiago Neves empatar. Mas o Fluminense precisava fazer mais dois gols e não levar nenhum para se classificar. Não teve jeito e o Corinthians está na semifinal.

Elton agradece aos céus pelo gol de empate do Vasco.
O Vasco já estava praticamente classificado pois vencera o primeiro jogo por 4 a 0, em São Januário e para reverter a situação o Vitória precisava de uma missão quase impossível: fazer cinco gols no Vasco e não levar nenhum. Mas o Vitória não se abalou com a difícil tarefa e entrou em campo com quatro atacantes. E deu resultado. Com um minuto de jogo, Neto Baiano acertou uma bomba de fora da área e mudou o marcador, 1 a 0. Mas o Vasco não se abalou. Aproveitando os contra-ataques, a equipe carioca chegou ao empate apenas três depois. Enrico cruzou para a área e Elton se antecipou para empatar a partida. O time de Dorival Júnior administrou o resultado pelo restante do jogo e garantiu a classificação.

Confira os próximos confrontos:

JOGOS DE IDA - 27 de maio:
Vasco x Corinthians, no Maracanã
Internacional x Coritiba, no Beira-Rio

JOGOS DE VOLTA - 3 de junho:
Corinthians x Vasco, no Pacaembu
Coritiba x Internacional, no Couto Pereira

Pitágoras/Minas vence de novo e está na semifinal do Novo Basquete Brasil

O Pitágoras/Minas venceu o GRSA/Itabom/Bauru pela terceira vez seguida e se classifica para a semifinal do NBB. Diferente do segundo jogo, no qual venceu com facilidade por 74 a 47, o time mineiro passou sufoco para fechar o jogo em 75 a 74, com uma cesta a 30 segundos do fim. Como já havia vencido a primeira partida, em Bauru, por 83 a 79, o Pitágoras/Minas fecha a série de melhor de cinco em 3 a 0. Agora, a equipe do técnico Flávio Davis espera a decisão entre Universo/BRB e Vivo/ Franca para conhecer o próximo adversário. Cada time tem uma vitória.

O pivô Murilo fez 23 pontos e foi convocado hoje para a seleção brasileira.
Quem fez a diferença nesta partida foi o ala-armador do GRSA/Itabom/Bauru, Larry. O americano foi o cestinha do jogo com 28 pontos. No confronto de terça, quando o Pitágoras/Minas ganhou com tranqüilidade, ele foi bem marcado e só conseguiu fazer 2 pontos. Com a qualidade técnica e rapidez, o jogador converteu 19 pontos só no primeiro quarto, o que levou o GRSA/Itabom/Bauru à vitória parcial por 29 a 27. O Pitágoras/Minas se recuperou no segundo e terceiro quarto, contando com a habilidade do pivô Murilo, que fez 23 pontos na partida, e com as boas jogadas de Shipp, que converteu 16 pontos.
A partida foi a mais equilibrada das três disputadas entre as equipes pelos playoffs das quartas-de-final do NBB. Tanto o Pitágoras/Minas como o GRSA/Itabom/Bauru chegaram a ficar na frente e abrir vantagem, mas deixavam o outro time se recuperar. Emocionante até o fim, com o placar praticamente empatado, o Pitágoras/Minas manteve a calma para administrar a bola nos segundos finais e garantir a vaga nas semifinais. O técnico da seleção brasileira, o espanhol Moncho Monsalve, esteve presente na Arena Vivo na partida de terça-feira. Moncho fez hoje a convocação para o Torneio Internacional de Lisboa (10 a 12 de julho), os Jogos da Lusofonia em Portugal (13 a 19 de julho) e o Torneio Super Four da Argentina (3 e 4 de agosto). O armador Raul Togni Neto e o pivô Murilo do Pitágoras/Minas foram convocados.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Primeiras rodadas do Brasileirão tem erros de arbitragem e surpresas

Há duas semanas começou o campeonato de futebol mais importante do país, o Campeonato Brasileiro. Vinte times brigam pelas primeiras posições, que dará aos quatro primeiros a chance de disputar a Taça Libertadores do ano que vem. E é claro, a glória de conquistar o título nacional de maior importância. Tem também a guerra do lado de baixo da tabela, não menos emocionante, entre os times que lutam para não cair para a segunda divisão. Desde o início da competição por pontos corridos, em 2003, não tivemos um Brasileiro tão disputado como do ano passado. Nas últimas rodadas cinco times ainda brigavam pelo título. Esse ano tem tudo para não ser diferente.

Internacional venceu as duas partidas e é o líder do Brasileirão.


Na abertura do Brasileirão 2009, apenas cinco times venceram e dez empataram. Três dos mais tradicionais clubes do país, começaram o torneio perdendo, Flamengo, Corinthians e São Paulo. Atlético-PR e Coritiba também entraram com o pé esquerdo. Dos quatro times que subiram, os três de menor expressão conseguiram um empate na primeira rodada. Sport 1 x 1 Barueri; Avaí 2 x 2 Atlético-MG; Santo André 1 x 1 Botafogo. Com duas rodadas, apenas dois times acumulam seis pontos: Internacional e Vitória. Do lado contrário da tabela, o Coritiba, sem vencer, ainda não saiu do 0.
Lances curiosos, erros de arbitragem, grandes defesas, furadas de bola e gols bonitos marcaram essas duas rodadas do Brasileirão. No jogo entre Atlético-MG e Grêmio, o árbitro marcou pênalti para o time mineiro aos 48 do segundo tempo, por uma mão na bola. Mas poucos minutos antes o mesmo lance aconteceu na área atleticano e ele ignorou, o jogo acabou 2 a 1 para o Galo. Mas o árbitro não erra sozinho. O auxiliar também deixa passar jogadas em impedimento que resultam em gols. Duas no jogo entre Santos e Goiás, pelo menos foi um para cada lado, na partida que terminou em 3 a 3.
O Internacional, com 100% de aproveitamento, vem embelezando o campeonato. Além do lindo gol de Nilmar, no primeiro jogo, contra o Corinthians, o atacante Taison fez linda jogada que culminou no primeiro gol contra o Palmeiras. Os goleiros também estão se destacando nesse Brasileiro. Com uma safra de ótimos jogadores nessa posição, os atacantes estão tendo trabalho dobrado para chegar ao gol. O goleiro do Cruzeiro, Fábio, foi fundamental na vitória do time em cima do Flamengo na primeira rodada, defendendo até pênalti. Mas foi traído pela chuva e pelas péssimas condições do gramado do Estádio dos Aflitos. O Cruzeiro acabou perdendo para o Náutico por 2 a 0.
Mas não são só de lances bonitos que é feito o Brasileirão. Alguns jogadores conseguem a proeza de jogadas inusitadas e engraçadas. O volante da Flamengo, Willians, ao tentar tirar a bola da área rubro-negra, deu uma furada absurda, no jogo contra o Avaí. Ou então faz como o Conca, do Fluminense, que furou ao chutar a bola na cara do gol. Pior foi o goleiro do Coritiba, Edson Bastos, que tentou sair jogando mas entregou a bola de bandeja para o atacante do Santo André, Gustavo Nery, tocar para Marcelinho Paraíba aumentar o placar.

Em compensação, o Coritiba ainda não marcou nenhum ponto.

Por essas e outras, podemos afirmar que esse Campeonato Brasileiro vai ser cheio de emoções, disputas acirradas, lances polêmicos e também engraçados. Vamos ficar de olho em todos os jogos, todas as rodadas, nos gols mais bonitos. E você acompanha tudo aqui no Jornal de Esportes. Começou o Brasileirão! Façam suas apostas! Já podemos apontar algum favorito? Deixe sua opinião nos comentários abaixo!

domingo, 17 de maio de 2009

Diego Hypólito leva dois ouros em Glasgow

O ginasta Diego Hypólito faturou duas medalhas de ouro na etapa de Glasgow da Copa do Mundo de Ginástica, neste sábado. Diego conquistou o primeiro lugar na prova de solo e ainda levou a nota mais alta no salto, com 16,012. O ginasta brasileiro superou o coreano Se Gwang Ri, com 16,000. Na prova de solo, além do ouro, Diego conseguiu a maior nota do ano em etapas da Copa do Mundo, com 15,850. Na série, Hypólito nem precisou mostrar seu novo movimento, o “Hypólito 2”, com o duplo twist grupado. Ele utilizou seu primeiro movimento, o “Hypólito 1”, com o duplo twist carpado.

Diego saltando para levar o segundo ouro.
“Achei que tinha que fazer uma série mais segura. O “Hypolito 1”, que costuma impressionar muito a comissão de arbitragem, acabou dando certo”, comentou, por intermédio de sua assessoria de imprensa. O britânico Kristian Thomas, com 15,225, ficou com a prata, e o israelense Alexander Shatilov, 15,050 de nota garantiu o terceiro lugar. Na prova de salto, Diego fez dois ótimos saltos, cravando nas duas vezes. Ele vibrou após o movimento, sabendo que tinha feito uma boa apresentação. “Estou muito feliz porque consegui uma série de solo espetacular e agora mais esse ouro. Não sei nem o que falar, estou meio abobado. Temos que saber valorizar esses momentos. Estou impressionado”, disse Hypólito.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Oito times brigam por quatro vagas na Copa do Brasil

nem A Copa do Brasil vai ficar cada vez mais acirrada. Oito times brigam pelas quatro vagas da semifinal e só um será campeão com passaporte direto para a Taça Libertadores de 2010. Coritiba, Ponte Preta, Vasco, Vitória, Flamengo, Internacional, Corinthians e Fluminense ainda estão na disputa. Desses o que já está com um pé na semifinal é o Vasco, que venceu o Vitória em casa por 4 a 0 e precisa perder pelo mesmo placar para decidir nos pênaltis. Se fizer um gol fora de casa, o Vitória tem que fazer dois de diferença, além de tirar a vantagem do primeiro jogo. Ou seja, a situação está muito difícil para o Vitória.
As outras três partidas estão muito equilibradas. Coritiba e Ponte Preta empataram o primeiro jogo em 2 a 2, em Campinas. Márcio Gabriel e Marcelinho Paraíba fizeram os gols do Coritiba e Willian e Jean marcaram para a Ponte Preta. Com os gols que fez fora de casa, o Coritiba conseguiu uma boa vantagem para a próxima partida, que acontece dia 19/05, em Curitiba. Uma vitória simples classifica o Coxa. Ponte Preta ou Coritiba vai pegar o vencedor entre Inter e Flamengo, jogo mais equilibrado até agora.

Flamengo e Inter ficaram no 0 a 0 na primeira partida das quartas da Copa do Brasil.
As duas equipes se enfrentaram na última quarta-feira, no Maracanã, e não saíram do 0 a 0. O Flamengo não conseguiu passar pelo goleiro Lauro nem pela trave. Foram três bolas no travessão. O ataque flamenguista mostrou que está mesmo com dificuldades em finalizar. O time pressionava, criava boas jogadas, mas na hora de decidir não concluía. O Inter, mesmo com o ótimo ataque na temporada, mostrou cautela e nem mesmo o atacante Nilmar conseguiu mudar o placar. Flamengo e Inter se encontram novamente na próxima quarta-feira, dia 20/05, no Beira-Rio. Empate com gols classifica o Flamengo e se terminar em 0 a 0, a partida será decidida nos pênaltis.


Dentinho (no meio) fez o gol da vitória do Corinthians.

No confronto entre Corinthians e Fluminense, o Timão levou a melhor. Mas ainda sim, o time de Mano Menezes venceu por um placar magro, apenas 1 a 0, na última quarta-feira, no Pacaembu. Quem esperava pelas atuações de Ronaldo pelo Corinthians e Fred pelo Fluminense, viu o garoto Dentinho fazer a festa, ao marcar o único gol do jogo. O placar poderia ter sido maior para o time da casa, mas o goleiro Fernando Henrique não permitiu. Para o jogo de volta, o Corinthians pode empatar por qualquer placar para conseguir a vaga. Se o Fluminense devolver o placar a decisão será nos pênaltis.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

“São Marcos” pega três pênaltis e salva o Palmeiras

Marcos foi o grande nome da classificação do Palmeiras para as quartas-de-final da Taça Libertadores da América. O goleiro fez excelentes defesas durante o jogo, vencido pelo Sport por 1 a 0, e ainda pegou três pênaltis na hora da decisão. Apesar da pressão dos jogadores do Sport, o time de Recife só conseguiu fazer um gol no tempo normal, pois parou nas defesas de Marcos. O Palmeiras jogou na retranca e passou sufoco com os ataques do Leão. O Palmeiras é o segundo time brasileiro classificado para a próxima fase. O São Paulo conseguiu avançar sem disputar os jogos das oitavas, graças à eliminação dos times mexicanos do torneio. O próximo adversário do Palmeiras será o Nacional do Uruguai, que também se classificou sem jogar essa fase.


Marcos comemora a defesa do pênalti e classificação do Palmeiras.

O Sport foi atrás do resultado desde o início da partida. Luxemburgo deixou o time paulista preso na defesa, com dificuldades para sair jogando. O Leão aproveitou e criou as melhores oportunidades do jogo. Mas a noite era mesmo de Marcos, que não deixou passar nada. O meia do Sport, Paulo Baier, perdeu três boas chances de gol, sendo que o terceiro, aos 41 do primeiro tempo, era só chutar no contra pé de Marcos, mas Baier mandou pra fora. Por ter perdido um gol feito acabou substituído no segundo tempo. O Palmeiras jogava no contra-ataque com o Keirrison sozinho na frente. A bola quase não chegava ao atacante e o time de Luxemburgo só ficava na defesa.
No segundo tempo continuou o jogo de ataque contra defesa. O Sport indo para cima e o Palmeiras defendendo. Luxemburgo acreditou no empate e tirou dois cobradores de pênaltis, Diego Sousa e Keirrison. A equipe alviverde ficou menos ofensiva do que já estava e a pressão era toda do time de Nelsinho Batista. Aos 36 minutos, após o cruzamento de Luciano Henrique para a pequena área, Wilson escorou para marcar o gol. A torcida foi abaixo na Ilha do Retiro. O gol animou os jogadores do Sport que mantiveram o ritmo forte no ataque. Marcos ainda faria mais uma boa defesa antes do apito final do árbitro indicando que a decisão seria nos pênaltis.
Jogadores do Sport lamentam mais uma chance de gol defendida por Marcos.
O Palmeiras começou batendo, com o objetivo de ficar à frente no placar, mas Mozart bateu mal e Magrão defendeu. A torcida delirou. Luciano Henrique cobrou no mesmo canto e Marcos também pegou. Marcão bateu o segundo do Palmeiras e marcou. O zagueiro Igor do Sport também converteu sua cobrança. Danilo aumentou para o time paulista na terceira cobrança. Sentindo a pressão, o meia Fumagalli cobrou mal e Marcos pegou o segundo pênalti. Armero bateu muito bem no ângulo de Magrão e converteu para o Palmeiras. Dutra precisava marcar para o Sport seguir na decisão e tentar reverter a vantagem palmeirense. Mas a noite era de Marcos. O goleiro palmeirense, de 36 anos, acertou o canto e fechou o gol. Palmeiras classificado para as oitavas-de-final com os milagres de “São Marcos”, o herói do jogo. Assista no vídeo abaixo às cobranças de pênatis da decisão entre Sport e Palmeiras:


segunda-feira, 11 de maio de 2009

Troféu Maria Lenk tem 40 quebra de recordes

A 49ª edição do Troféu Maria Lenk acabou neste domingo com uma ótima campanha dos brasileiros. Foram 40 quebra de recordes, sendo que um deles, com Felipe França nos nos 50m peito, com 26s89, foi recorde mundial. A competição serviu para os atletas tentarem o índice para o Mundial de Natação de Roma, em julho. Dos 40 recordes, 36 foram sul-americanos, 3 brasileiros e um mundial, conseguidos nos seis dias e cinco etapas do troféu. O Brasil vai levar para o Mundial de Roma a maior delegação da história, com 27 atletas, sendo 10 mulheres e 17 homens. 12 nadadores brasileiros estão entre os 10 primeiros do ranking mundial em suas provas.

Felipe França comemora a quebra do recorde mundial nos 50m peito no Troféu Maria Lenk.
Além de Felipe França, que se destacou com o recorde mundial, nadadores já consagrados também fizeram bonito no Maria Lenk. César Cielo manteve o favoritismo e conseguiu o índice para cinco provas. No masculino Gabriel Mangabeiras e Henrique Barbosa também são destaques. O nadador Thiago Pereira se classificou para três provas no Mundial, apesar de estar voltando de uma lesão na mão. Do lado feminino as principais atletas foram Fabíola Molina, que bateu o recorde sul-americano nos 100m costas (marca que também era dela), e Joanna Maranhão, que diminuiu seu tempo nos 200m borboleta e bater outro recorde sul-americano.

Confira abaixo a lista dos atletas brasileiros classificados para o Mundial de Natação de Roma, entre os dias 17 de julho e 02 de agosto:

Feminino
Ana Carla Carvalho - 50 m peito
Carolina Mussi - 100 m e 200 m peito
Daynara de Paula - 50 m borboleta
Etiene Medeiros - 50 m costas
Fabíola Molina - 50 m e 100 m costas / 4x100 m medley
Flavia Delaroli - 50 m livre
Gabriella Silva - 50 m e 100m borboleta / 4x100 m medley
Joanna Maranhão - 200 m e 400 m medley
Tatiana Lemos Barbosa - 4x100 m medley
Tatiane Sakemi - 50 m e 100 m peito / 4x100 m medley

Masculino
César Cielo - 50 m e 100 m livre / 50 m borboleta / 4x100 m livre e 4x100 m medley
Daniel Orzechowski - 50 m costas
Fernando Silva - 4x100 m livre
Felipe França Silva - 50 m peito
Gabriel Mangabeira - 100 m borboleta / 100 m costas / 4x100 m medley
Guilherme Guido - 50 m e 100 m costas / 4x100 m medley
Guilherme Roth - 4x100 m livre
Henrique Barbosa - 100 m e 200 m peito / 4x100 m medley
Henrique Rodrigues - 200 m medley
João Júnior - 50 m e 100 m peito
Kaio Márcio - 100 m e 200 m borboleta / 4x100 m medley
Lucas Salatta - 4x200 m livre
Nicholas Santos - 50 m livre / 50 m borboleta
Nicolas Oliveira - 100 m e 200 m livre / 4x100 m e 4x200 m livre
Rodrigo Castro - 200 m livre / 4x200 m livre
Tales Cerdeira - 200 m peito
Thiago Pereira - 200 m e 400 m medley / 4x200 m livre

sexta-feira, 8 de maio de 2009

Mauro Grasso fecha com time feminino do São Caetano

Até a data desta entrevista Mauro Grasso ainda não tinha definido seu futuro. Esperava a definição do patrocinador Vivo em relação ao Minas Tênis Clube para saber onde iria trabalhar. Mas nesta sexta-feira, dia 08, Mauro Grasso fechou com o time feminino do São Caetano, que conta com Fofão, Mari e Sheilla. Fique ligado no Jornal de Esportes! Em breve mais informações sobre a transferência de Mauro Grasso para o São Caetano. Leia a reportagem abaixo sobre a carreira de Grasso e assista aos vídeos nos quais ele fala sobre a Superliga.
O técnico vice campeão da Superliga Masculina de Vôlei, Mauro Grasso, tem uma trajetória de sucesso no esporte. Enquanto atuava pelo Transbrasil, após sofrer com uma contusão no joelho, Mauro foi fazer a preparação física com a equipe feminina e foi convidado a ajudar no treinamento. Nesse momento, o jogador decidiu virar técnico. Após três anos como assistente técnico, Mauro assumiu a forte equipe do Sadia, com Ana Moser, Márcia Fú, Ida e Fernanda Venturini. Com esse time, Grasso foi pentacampeão paulista, tricampeão brasileiro e sul-americano e campeão mundial. Entre 1991 e 1996, Mauro Grasso trabalhou na Itália, onde nasceram os três filhos do treinador. Ele voltou ao Brasil por problemas pessoais e ficou dois anos trabalhando como técnico de laboratório e treinando as categorias de base do Clube de Regatas do Tietê, em São Paulo. Foi quando veio o convite do treinador Cacá Bizzochi para trabalhar no Banespa, onde ficou por nove temporadas. Hoje no Minas Tênis Clube, Grasso espera um dia, chegar à seleção Brasileira.

Mauro Grasso fechou com São Caetano nesta sexta-feira.
Desde 2006, Mauro está no Vivo/Minas, equipe pela qual chegou às últimas três finais da Superliga Masculina, todas contra o Cimed/Brasil Telecom. E, nesta temporada, pela terceira vez consecutiva o Vivo/Minas perde a final e fica em vice. Para Mauro, a derrota no primeiro set foi fundamental para a decisão da partida. “A final estava equilibrada até perdermos aquele primeiro set. O time se desconcentrou e sentiu a pressão da final. Jogamos três finais de turno contra a Cimed e perdemos duas. O psicológico pesou”, afirmou Grasso. A Superliga 2008/2009 acabou com o vice-campeonato do Vivo/Minas e as incertezas para a próxima temporada. Abaixo, Mauro Grasso fala sobre a Superliga de Vôlei Masculina 2008/2009 e sobre a final entre Vivo/Minas e Cimed/Brasil Telecom. Assista:

Apesar de não esconder a vontade de permanecer em Minas, Mauro Grasso afirma que ainda vai voltar a trabalhar na Itália. “Eu vou voltar, só não voltei ainda por causa dos filhos, que estão bem adaptados em Belo Horizonte”, afirma. “Mas pode ser que nesse primeiro momento eu vá sozinho e a família fique aqui”, completa Mauro. As negociações com a Vivo estão adiantadas, mas falta a decisão final que saíra em uma reunião no dia 20 de maio. “Eu não vou ficar esperando, se aparecer uma coisa melhor do que já está aparecendo tem a possibilidade de sair do Minas”, contou Grasso. No vídeo abaixo, Grasso fala com exclusividade ao Jornal de Esporte sobre seu futuro. Veja:

Entrevista concedida dia 30/04. Grasso fechou com o São Caetano dia 08/05.

Essa vontade de Mauro também é caracterizada pela crise que passa o vôlei brasileiro. Após a temporada, alguns patrocinadores deixaram os clubes, que passam por dificuldades para encontrar novos investimentos. Sem papas na língua, Mauro Grasso, afirma que a imprensa, em especial a TV Globo, foram fundamentais para afastar os patrocínios. “Não concordo com uma final num jogo só. Não dá tempo do time se recuperar, mas a Globo que manda e os patrocinadores concordaram”, afirma. Mauro Grasso fala no vídeo abaixo sobre o formato da Superliga e a questão de apenas um jogo na final. Assista:


quinta-feira, 7 de maio de 2009

Atlético vence Vitória no tempo normal, mas é eliminado nos pênaltis

O Atlético fez o mais complicado neste jogo. Após perder o título estadual no domingo e o técnico Leão na segunda, o Galo precisava vencer o Vitória por pelo menos três gols para levar a decisão para os pênaltis. Com o novo treinador, Celso Roth, o Atlético fez o três gols no tempo normal, que teve ainda um pênalti defendido pelo goleiro Juninho. Mas o Galo não está com sorte esse semestre. Na cobrança de pênaltis, Leandro Almeida perde o último do Atlético, e o Vitória que havia convertido todos os cinco, avança para as quartas-de-final da Copa do Brasil.


Os jogadores do Vitória comemoram com o goleiro Viafara a defesa do pênalti.
Precisando da vitória, o Atlético foi para cima logo no início de jogo. Apesar da pressão, o time mineiro tinha dificuldades para finalizar. O Vitória chegou algumas vezes sem perigo e o Tardelli tentou uma vez, mas estava impedido. A primeira boa jogada aconteceu aos 25 minutos, após um cruzamento do lateral atleticano Marcos Rocha. Tardelli dividiu com o goleiro Viafara e a bola bateu na trave antes de Renan pegar o rebate e colocar no fundo da rede. O Galo passou a gostar mais do jogo e pressionou o Vitória. O time baiano, bem marcado, não saía do campo de defesa.

Renan aproveitou o rebote e fez o primeiro gol do Atlético.

No segundo tempo, o Galo continuou melhor. O goleiro Viafara teve bastante trabalho com o ataque atleticano. Aos 15 minutos, o Vitória assustou. Adriano recebeu a bola na área e foi derrubado por Rafael Miranda, o árbitro deu pênalti. O artilheiro Neto Baiano bateu no canto e o goleiro Juninho pegou. A defesa deu ânimo ao time atleticano. Quatro minutos depois, Thiago Feltri cobrou falta para dentro da área, e o zagueiro Welton Felipe apareceu para marcar o segundo de cabeça. Celso Roth mexeu no time, tirando Fabiano, Rafael Miranda e Marcos Rocha, para as entradas de Tchô, Alessandro e Élder Granja, respectivamante.


Celso Roth, que dirigiu o time mineiro em 2003, fez uma boa reestréia no Atlético.
O Galo ficou mais ofensivo e foi para cima. O goleiro Viafara salvou o time baiano algumas vezes, em chutes de Tardelli e Alessandro. A substituição de Roth deu resultado. Aos 40, Élder Granja tomou a bola no meio de campo e tocou para Tchô cruzar na área. O atacante Alessandro apareceu para fazer o terceiro de cabeça. O gol saiu da jogada dos três que saíram do banco. Com o terceiro gol a partida seria decidida nos pênaltis. Neto Baiano, Bida, Carlos Alberto, Luciano Almeida e Washington bateram para o Vitória e todos marcaram. Para o Galo cobraram Diego Tardelli, Alessandro, Élder Granja, Tchô e Leandro Almeida. O zagueiro, que era o batedor oficial do time ano passado, errou o último pênalti, defendido por Viafara. O Atlético foi eliminado da Copa do Brasil, e Vitória vai pegar o Vasco na próxima fase. Assista no vídeo abaixo às cobranças de pênalti:

Inter, Flamengo e Corinthians passam para próxima fase da Copa do Brasil

Na noite desta quarta-feira, vários jogos definiram os próximos confrontos das quartas-de-final da Copa do Brasil. Inter, Flamengo, Corinthians, Vasco, Coritiba e Vitória venceram e passaram para a próxima fase. A Ponte Preta, que havia vencido o Americano nesta terça, já está classificada. Fluminense e Goiás jogam amanhã para decidir o adversário do Corinthians. Ronaldo foi o destaque da rodada. O atacante marcou os dois gols da vitória corintiana e foi fundamental na decisão.



Ronaldo marcou os dois gols da vitória do Corinthians e mostrou porque é "Fenômeno".
Com dois gols de Ronaldo, o Corinthians venceu o Atlético Paranaense no Pacaembu e espera o vencedor entre Fluminense e Goiás para conhecer o adversário das quartas-de-final. O atacante corintiano foi o destaque do time. Com marcação cerrada, ele desviou da zaga e acertou um chute no canto direito do goleiro para fazer o primeiro gol. No segundo, ele sofreu pênalti ao driblar dois marcadores ao mesmo tempo. O próprio Ronaldo cobrou, com paradinha e ampliou. Corinthians 2 a 0 Atlético-PR.
Léo Lima fez dois e ajudou o Vasco a avançar para as quartas-de-final.
O Vasco foi o primeiro classificado da noite. O time carioca foi até Juazeiro do Norte encarar o Icasa. O primeiro jogo, em São Januário, ficou em 1 a 1 e portanto o Vasco precisava vencer ou empatar por 2 a 2 ou mais. Mas diferente do aperto que passou no primeiro jogo, o Vasco goleou o Icasa sem problemas por 4 a 1 e vai enfrentar o Vitória, que passou pelo Atlético-MG nos pênaltis. Léo Lima marcou duas vezes de pênalti, Elton e Vilson fizeram os outros gols vascaínos. Leozinho descontou para o Icasa.

Flamengo vence por 3 a 0 e enfrenta o Inter na próxima fase.
O outro time carioca que conseguiu a classificação foi o Flamengo. A equipe de Cuca venceu o Fortaleza, fora de casa, por 3 a 0, e na próxima fase vai encontrar o Internacional. No primeiro tempo o Fortaleza foi melhor e o Flamengo tinha dificuldades para fazer as jogadas. Os dois times foram o intervalo com 0 a 0 no placar. No segundo tempo a situação mudou. O Flamengo dominou a partida e fez os três gols da vitória com Kleberson, Juan e Emerson. O placar só não foi maior, porque o goleiro Douglas fez ótimas defesas.


O Inter bateu o Náutico por 2 a 0, com facilidade e está nas quartas.

O Inter, próximo adversário do Flamengo, também venceu sem problemas. O time de Tite recebeu o Náutico e confirmou o favoritismo fazendo 2 a 0. O time gaúcho fez 22 gols nos últimos cinco jogos, sendo três no primeiro jogo contra o Náutico, no Recife. Bastou dois minutos de jogo para o Inter abrir o placar. Taison roubou a bola no meio-de-campo, fez ótima jogada e chutou forte para fazer o primeiro. D’Alessandro aumentou o marcador, seis minutos depois, com uma bela cobrança de falta.

Palmeiras e Grêmio vencem primeiro jogo das oitavas

Dos cinco times na Taça Libertadores da América, apenas quatro podem passar para a próxima fase da competição. Palmeiras ou Sport, que estão se enfrentando pelas oitavas-de-final, vai deixar o torneio. O time paulista venceu o primeiro jogo no Palestra Itália por 1 a 0 e está em vantagem. Pode empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 o jogo no Recife que ainda assim se classifica. Se vencer por 1 a 0, o Sport leva a decisão para os pênaltis. O outro time brasileiro que está em vantagem é o Grêmio. O time gaúcho venceu o San Martin, em Lima, por 3 a 1 e ficou perto das quartas-de-final.

O argentino Maxi López fez dois na vitória do Grêmio, em Lima.

O herói do time do Grêmio foi o centroavante argentino Maxi López, que marcou dois gols na vitória por 3 a 1, sobre o San Mártin, em Lima. A equipe gaúcha tem que perder por três gols de diferença ou por dois se a equipe peruana marcar mais de quatro vezes. Apesar de ser um time sem expressão – o San Mártin é um clube universitário, quase sem torcida e sem estádio próprio – o Grêmio passou aperto em alguns momentos da partida antes de consolidar a vitória. O primeiro tempo terminou empatado em 1 a 1, e o goleiro gremista fez grandes defesas.
O Grêmio marcou primeiro, aos 9 minutos, com Sousa. O meia acertou um belo chute da intermediária. O empate veio aos 33, com Arzuaga. O atacante gordinho, destaque do San Mártin, recebeu um lançamento e chutou cruzado na saída do goleiro: 1 a 1. No segundo tempo, brilho a estrela de Maxi López. O centroavante desempatou o jogo de cabeça, após um lançamento na área. Maxi aumentou o placar aos 31 minutos, novamente de cabeça. Jonas cruzou da direita e o centroavante mandou com precisão para o fundo da rede. Grêmio 3 a 1 San Mártin.


O paraguaio Ortigoza fez o único gol do Palmeiras na vitória sobre o Sport.

O Palmeiras e o Sport se encontraram pela terceira vez este ano. No mesmo grupo da primeira fase da Libertadores, o Palmeiras venceu o primeiro jogo por 2 a 0 na Ilha do Retiro e empatou em casa por 1 a 1. Apesar do retrospecto mais positivo do Palmeiras, foi o Sport que terminou em primeiro lugar do grupo. No jogo desta terça, o Palmeiras aproveitou a torcida, que lotou o estádio, para ir para cima do Leão. O time de Vanderley Luxemburgo foi para o ataque desde o início e esteve melhor em campo.
O técnico palmeirense escalou um time mais ofensivo e pressionou o Sport no campo de defesa. O meia Paulo Bayer foi marcado de perto por Pierre e ficou anulado no jogo. Keirrison, Diego Sousa e Cleiton Xavier tiveram boas oportunidades de marcar, mas erravam nas finalizações. Luxemburgo tirou Marquinho para a entrada de Ortigoza e mudou a história da partida. O atacante paraguaio fez boa jogada pela direita e sofre falta. Na cobrança de Cleiton Xavier, o próprio Ortigoza apareceu para escorar de cabeça e fazer 1 a 0, aos 31 minutos do segundo tempo.

quarta-feira, 6 de maio de 2009

Troféu Maria Lenk


Thiago Pereira é um dos destaque do Minas Tênis Clube.

Começou nesta terça-feira a 49ª edição do Troféu Maria Lenk, que vai até o dia 10 de maio, no Rio de Janeiro e é a última oportunidade para os atletas brasileiros conseguirem o índice para o Mundial de Roma, em Julho. A equipe de natação do Minas Tênis viajou com 48 atletas, sendo que cinco já tem o índice para o Mundial: Thiago Pereira, Rodrigo Castro, Henrique Rodrigues, Joanna Maranhão e Daynara de Paula. Daynara, que vai nadar os 50 e 100m Borboleta, além dos 50m livre e dos 100m costas, afirma que vai tentar melhorar seu tempo nessas provas. “Eu adoro nadar os 50 borboleta e espero melhorar sempre”, afirma Daynara.


Daynara de Paula já tem índice para o Mundial de Roma.
O técnico da equipe do Minas, Fernando Vanzella, afirma que a equipe está bem preparada este ano e vai brigar com o Pinheiros pela primeira posição de clubes. Ele acredita que além dos nomes já conhecidos do público, como Thiago Pereira e Joanna Maranhão, outros atletas, mais novos, se destacarão no Maria Lenk. Veja no vídeo abaixo o que podemos esperar da equipe do Minas segundo Vanzella.



Já Thiago Pereira, que volta de uma fratura na mão esquerda, se poupou na primeira seletiva e pode não competir em todas as provas que está inscrito por causa da dor. O nadador afirma que vai dar prioridade para o Mundial de Roma, mas pretende ajudar a equipe do Minas na competição. Confira abaixo a expectativa de Thiago para as próximas competições desse ano.

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Corinthians empata e é campeão paulista invicto

A festa estava pronta no Pacaembu. Com a vitória por 3 a 1 no último domingo, o Corinthians tinha que perder para o Santos por dois gols de diferença para não ficar com o título, sendo que o time de Mano Menezes não perdeu nenhum jogo no estadual. A tarefa era difícil e a equipe santista não conseguiu cumprir. O time de Wagner Mancini só arrancou um empate por 1 a 1 e viu o Timão ser campeão paulista invicto. Kléber Pereira e André Santos marcaram os gols da partida.


Jogadores corintianos festejam a conquista do Campeonato Paulista.

O Santos precisava vencer e se mandou ao ataque no início do jogo. O Peixe assustou a torcida corintiana e o goleiro Felipe, com destaque para o atacante Kléber Pereira. O Corinthians mal conseguia sair jogando, a pressão era toda do Santos, que queria abrir logo o marcador. Aos 26 minutos, Kléber Pereira foi lançado na área. Ele tentou driblar Felipe, mas foi derrubado pelo goleiro. O árbitro marcou pênalti que Kléber mesmo bateu. 1 a 0 para o Santos. A torcida santista e os jogadores se encheram de expectativa.
Mas o Corinthians não se assustou e cinco minutos depois chegou ao empate. Dentinho tocou a bola para André Santos mandar uma bomba e igualar a partida. A torcida do Timão, maioria no estádio, vibrou muito. A do Santos esfriou. O garoto Neymar, esperança santista, quase não apareceu no jogo e foi substituído no segundo tempo. O Santos não conseguiu imprimir o mesmo ritmo do primeiro tempo e o Corinthians administrou o placar. Final 1 a 1 e festa corintiana no Pacaembu.

Ronaldo não marcou, mas foi fundamental para o título do Corinthians.
Esse foi o 26º título estadual do Corinthians, time que mais venceu o Campeonato Paulista até hoje. Com uma campanha incrível, não perdeu nenhum jogo no torneio, foram 23 partidas, sendo 13 vitórias e 10 empates. O time que contou com a volta e o brilho do atacante Ronaldo mereceu conquistar a taça. Assista abaixo aos gols da partida:

domingo, 3 de maio de 2009

Cruzeiro é bicampeão mineiro

Com a incrível vantagem conseguida no primeiro jogo da final, o Cruzeiro não teve problemas para se consagrar Campeão Mineiro de 2009. Com uma campanha impecável, a Raposa não perdeu nenhum jogo no campeonato, foram 12 vitórias em 17 jogos e 58 gols. O time de Adílson Batista vence o estadual pela segunda vez consecutiva. O jogo foi bem diferente do último domingo, no qual o Cruzeiro goleou o Atlético por 5 a 0. Dessa vez, com uma equipe mais coesa, o Galo jogou bem e ficou no empate por 1 a 1.


Cruzeiro comemora o bicampeonato mineiro no Mineirão.

O Atlético não se abateu com a larga vantagem cruzeirense e foi para cima no início do jogo. Com a volta de Éder Luís, suspenso no primeiro jogo, o time chegava com mais facilidade ao ataque. Mas o Cruzeiro também atacava, com Kléber, Wagner e Soares. A Raposa tinha mais volume de jogo e levou perigo ao gol de Juninho. Mas foi o Galo que saiu na frente. Éder Luís fez boa jogada pela esquerda e cruzou para o estreante Fabiano abrir o placar, 1 a 0 Galo, aos 16 minutos. O Cruzeiro não se abalou com o gol e se mandou para o ataque. Não demorou muito para empatar a partida. Aos 20 minutos, Soares foi derrubado na área por Marcos Rocha, pênalti. Kléber bateu para igualar o jogo.

Torcida cruzeirense fez a festa no estádio colorido de azul e branco.
No segundo tempo, os dois times continuaram tentando aumentar o placar. O Atlético chegou mais, mas tinha dificuldades para finalizar bem. O Cruzeiro administrou a vantagem e ficou no contra-ataque. Por reclamação Leão foi expulso no intervalo, e logo aos 6, Carlos Alberto também levou o vermelho. O Galo tentou pressionar, mas a vantagem do Cruzeiro era muito grande. O time de Adílson Batista segurou o empate até o final e comemorou o bicampeonato. No fim da partida, Welton Felipe fez falta feia em Kléber e foi expulso. O atacante cruzeirense Wellington Paulista chegou empurrando o zagueiro atleticano e também levou o vermelho. A confusão não foi suficiente para estragar a alegria do Cruzeiro. Festa azul e branca no Mineirão e o Cruzeiro bicampeão. Confira a comemoração cruzeirense após o jogo:

Flamengo vence Botafogo nos pênaltis e é tricampeão carioca

Pela terceira vez consecutiva Flamengo e Botafogo se encontram na final do Campeonato Carioca. O jogo de hoje foi o terceiro seguido entre as duas equipes e novamente, o resultado foi 2 a 2 no tempo normal. A decisão teria que ser nos pênaltis. E brilhou a estrela do goleiro Bruno do Flamengo, que já havia defendido um pênalti durante a partida. Bruno pegou mais dois pênaltis para dar o tricampeonato ao Flamengo. O jogo pareceu uma repetição da final de 2007, onde os dois times empataram por 2 a 2 e Bruno foi responsável pela vitória flamenguista nos pênaltis.

Jogadores do Flamengo comemoram o tricampeonato carioca.
O rubro-negro saiu na frente no Maracanã. Após uma cobrança de escanteio, Leandro Guerreiro cabeceou para o alto e Kleberson tocou de cabeça, encobrindo o goleiro e Ronaldo Angelim ainda tentou de carrinho. Flamengo 1 a 0 Botafogo. O alvinegro tentou reagir, mas estava confuso em campo e só conseguiu acertar uma boa no travessão. A zaga botafoguense bobeou fazendo falta na entrada da área. Em jogada ensaiada, Kleberson mandou a bola, que desviou em Alessandro e entrou. Flamengo abria dois gols de vantagem.
O Glorioso voltou para o segundo tempo arriscando tudo. Ney Franco tirou o zagueiro Emerson para a entrada do meia-atacante Jean Carioca. E logo no primeiro minuto, Juan colocou a mão na bola dentro da área e o árbitro marcou pênalti. Vitor Simões bateu mal e Bruno defendeu. O Botafogo não desanimou e conseguiu o improvável, em três minutos chegou ao empate. Juninho cobrou falta aos 16 minutos com categoria e diminuiu a diferença. Três minutos depois, Alessandro tocou para Túlio Sousa chutar encobrindo o goleiro Bruno e empatar o jogo. A decisão seria mesmo nos pênaltis.


Bruno defende três pênaltis na partida e foi o herói do Flamengo.

Kleberson fez o primeiro para o Flamengo e Léo Silva empatou para o Botafogo. Juan fez o segundo do Mengão, mas o zagueiro Juninho, assim como em 2007, bateu mal, no meio do gol e Bruno defendeu. Aírton converteu para o Flamengo e Gabriel diminuiu para o Fogão. Léo Moura bateu bem e deixou a responsabilidade com Leandro Guerreiro, que precisava marcar para seguir a decisão. O volante não agüentou a pressão e errou. Chutou mal no canto direito e Bruno defendeu mais uma e consagrou o Flamengo tricampeão. Festa rubro-negra no Maracanã, pela terceira vez seguida. Assista abaixo aos pênaltis da decisão do carioca.

sábado, 2 de maio de 2009

15 anos sem Ayrton Senna

Há 15 anos atrás, o Brasil perdia um dos mais especiais ídolos do país. O piloto de fórmula 1 Ayrton Senna, popularizou o esporte no Brasil e fazia das manhãs de domingo um momento especial. Com suas ultrapassagens arriscadas e vitórias emocionantes, o tri campeão mundial Ayrton Senna será eternamente lembrado por todos os brasileiros. Assista abaixo uma reportagem especial sobre esse incrível piloto.

video

sexta-feira, 1 de maio de 2009

Brasileiros passam para a próxima fase da Libertadores

Todos os times brasileiros conseguiram se classificar para a próxima fase da Taça Libertadores. Cruzeiro, Grêmio, São Paulo e Sport já estavam garantidos como os primeiros de seus grupos. O último a garantir a vaga foi o Palmeiras, que venceu o Colo Colo, no Chile, com um gol espetacular de Cleiton Xavier nos minutos finais da partida, e assumiu a segunda colocação do grupo 1. O Grêmio se classificou em primeiro entre todos os times, o único com 16 pontos ganhos, em cinco vitórias e um empate. Novamente, dois clubes brasileiros se enfrentam nas oitavas de final. O Sport que ficou em sexto na classificação geral vai enfrentar o Palmeiras, 11º colocado.


Confira os próximos confrontos das oitavas de final da Libertadores:
Chave A: (1º) GRÊMIO x San Martín-PER (16º)
Chave H: (8º) Caracas-VEN x Deportivo Cuenca-EQU (9º)
Chave D: (4º) SÃO PAULO x Chivas-MEX (13º)
Chave E: (5º) CRUZEIRO x Universidad de Chile (12º)
Chave B: (2º) Boca Juniors x Defensor Sporting-URU (15º)
Chave G: (7º) Libertad-PAR x Est. La Plata-ARG (10º)
Chave C: (3º) Nacional-URU x San Luís-MEX (14º)
Chave F: (6º) SPORT x PALMEIRAS (11º)