domingo, 22 de março de 2009

Rio de Janeiro vence Minas com facilidade

Dono da melhor campanha e vencedor dos quatro turnos, o Rio de Janeiro veio até BH encarar o Minas, último classificado para os play-offs. O resultado foi o esperado. Com uma equipe tecnicamente superior, o Rio de Janeiro venceu a partida por 3 sets a 0, com parciais de 25x12, 25x13 e 25x17. As boas defesas da campeã olímpica Fabí e o forte bloqueio foram fundamentais para a vitória do time de Bernardinho. A líbero foi eleita a melhor jogadora em quadra e levou o troféu Viva Vôlei.
Fabi fez belas defesas e foi eleita a melhor jogadora.
Os dois primeiros sets foram fáceis para o Rio de Janeiro. O time abriu vantagem logo no início e manteve até o fim uma grande diferença de pontos. As meninas do Minas, sempre esforçadas, melhoraram no terceiro set. A equipe mineira ainda perdeu a levantadora Dani Fagundes, que sofreu uma lesão no treino de sexta. O técnico Bernardinho elogia a postura e do Minas Tênis. “A equipe do Minas é uma equipe muito jovem, ainda perdeu a levantadora ontem. Jogou uma menina mais jovem ainda. Tem que reconhecer o mérito do Minas”, disse Bernardinho após a partida.
Natália, de apenas 18 anos, substituiu Dani Fagundes na partida, e se saiu bem. “Pra mim é novo, é minha primeira liga, mas a gente tem que entrar pra cima, a gente tem que ganhar na juventude, ganhar na animação”, afirmou a levantadora. Outro destaque do jogo foi a volta da ponteira Virna às quadras mineiras. A jogadora do Rio de Janeiro foi saudada pela torcida adversária, que gritava seu nome toda vez que Virna tocava na bola. “É sempre muito bom voltar a jogar em Minas. Eu sempre fui muito querida nesta cidade e tenho um carinho muito especial pelos mineiros”, garantiu Virna, que já defendeu a camisa do Minas por dois anos.


Virna (16) entrou no segundo set e foi aclamada pela torcida mineira.

Apesar da campanha do Rio de Janeiro, o técnico Bernardinho garante que o time ainda pode melhorar. “A gente pode ganhar mais entrosamento, mexer um pouco mais no ataque, nossa recepção pode ser mais constante. Podemos crescer fisicamente, se chegar à final com maiores condições, afirma Bernardinho. O próximo confronto entre as duas equipes é na quinta-feira, no Rio de Janeiro.


Bernardinho espera que a equipe cresça ainda mais nas fases finais.

Confira os outros resultados das quartas-de-final da Superliga Feminina:

Santo Amaro 0 x Osasco 3 (25/22, 25/17 e 25/17)
Mackenzie 0 x 3 São Caetano (25/18, 25/16 e 25/18)
Brusque 3 x 1 Pinheiros (25/27, 25/21, 25/17 e 25/20)

2 comentários:

malacco disse...

so no volei mesmo pra carioca ser melhor que mineiro em alguma coisa

Ivan Junior disse...

Já estava no figurino. Time carioca é muito superior ao Mineiro!