quinta-feira, 5 de março de 2009

Osasco vence Minas e disputa com Pinheiros quem chega à final

O Osasco veio à Belo Horizonte, nesta quarta-feira, enfrentar o Minas Tênis Clube, precisando da vitória para continuar na disputa por uma vaga na final do turno. E conseguiu. Com apenas 1 hora e 14 minutos de jogo, o Osasco venceu o Minas por 3 sets a 0, com parciais de 19/25, 18/25 e 12/25. Mesmo sem Paula Pequeno, que não jogou devido a uma lesão no joelho, mas que já viajou com a equipe, o time paulista não teve dificuldades durante a partida. Lia, que substitui a capitã do Finasa, foi eleita a melhor jogadora em quadra e ganhou o troféu Viva Vôlei. “Fiquei muito feliz com o prêmio, que não é só meu, mas de todo o grupo. O time jogou com alegria, principalmente a partir do segundo set, e é isso que deve ocorrer diante do Pinheiros”, afirmou Lia.

Osasco venceu o Minas fora de casa sem dificuldades.

No primeiro set o Minas começou perdendo por 5 x 0, mas se recuperou e chegou ao primeiro tempo técnico em vantagem. Até o 17º ponto o jogo foi bem disputado, mas depois o time mineiro passou a errar muito e o Osasco não teve problemas para fechar o set em 25 x 19. O segundo set foi tranqüilo para o Osasco, com muitos erros de ataque do Minas. A equipe paulista abriu vantagem no início do set e manteve a distância no placar até o final: 25 x 18. O Minas entrou no terceiro set desconcentrado e deixou o Osasco encerrar o jogo com a maior diferença no placar: 25 x 12.
No próximo sábado o Osasco enfrenta o Pinheiro para decidir quem leva a vaga na final do quarto turno. Os dois times estão empatados com quatro vitórias. Quem vencer deverá pegar o Rio de Janeiro ou o São Caetano na final. Para a ponteira Paula Pequeno, o time precisa melhorar nos detalhes para chegar a final do turno. “Agora tem jogos importantes, jogos difíceis, que vai valer qualidade, daqui pra frente é só pedreira e a gente tem que melhorar sempre”, afirma.
Paula ainda está se recuperando e não enfrentou o Minas.

O Minas, que está em 7º lugar na classificação geral, só depende de si mesmo para se classificar para os playoffs. No próximo sábado, o Minas recebe o Santo Amaro e precisa da vitória para se manter entre os oito primeiro colocados. “Acho que respeitamos demais o adversário, pois equilibramos o primeiro set, mas vacilamos na reta final. Depois, parece que desligamos da partida, erramos demais e ficou fácil para o adversário. Agora temos que nos preparar para o jogo de sábado e garantir a nossa classificação", concluiu Jarbas Soares, técnico do Minas.

Rio de Janeiro vence São Caetano e está perto da final

O Rio de Janeiro recebeu o time do São Caetano, das campeãs olímpicas Mari, Fofão e Sheilla, para a partida da quarta rodada do quarto turno da Superliga. Mas o time da casa também conta com um elenco campeão. Além do técnico Bernardinho, Fabiana e Fabi ajudaram o Rio de Janeiro a vencer por 3 x 0, com parciais de 25/22, 25/14 e 25/22. Com a vitória, o time carioca, que é líder na classificação geral, depende de si mesmo para chegar a final do turno. Ele enfrenta o Brusque no próximo sábado. O São Caetano precisa vencer o próximo jogo contra o Vôlei Futuro e torcer por um tropeço do Rio de Janeiro para chegar à final.

2 comentários:

Vanessa Navarro disse...

Ahhhh êêêêê Ana....ADOREI a matéria!!!
Sabia que quando eu era nova adorava vôlei...na época do Giovani, Tande...eu até fazia parte do time do Batista..kkkkkkkkkkkkkk

Ta de PARABENS!!!!

Bjim

ivan Junior disse...

O Minas feminino ainda precisa de engrenar, mas agora tá meio tarde né... tb perder pro Osasco não é difícil.