domingo, 12 de outubro de 2008

Atlético-MG goleia Flamengo no Maracanã

O clássico nacional deste sábado, entre Atlético Mineiro e Flamengo, no Maracanã, surpreendeu as torcidas dos dois times. Os 81 mil torcedores flamenguistas que lotaram o estádio contavam com uma vitória para a equipe voltar ao grupo do G-4 e continuar na briga pelo título. Já a torcida atleticana, temia mais uma atuação ruim do time, que vem apresentando um desempenho fraco e irregular.
Mas desde o início do jogo o Galo imprimiu um ritmo forte e com boa marcação deixou o Flamengo acuado no campo de defesa. O time carioca criou poucas chances de gol e o Atlético-MG aproveitou as oportunidades que teve. Resultado: 3 a 0 para o Atlético-MG. O início do primeiro tempo foi morno com poucas investidas dos dois times e muitos passes no meio de campo. Mas o trio de ataque atleticano, formado por Renan Oliveira, Castillo e Pedro Paulo, desestabilizou, pressionando e levando perigo ao gol de Bruno.
Galo comemora gol no Flamengo.

O Galo tentou alguns chutes ao gol, mas sem ameaça. O Flamengo errava muitos passes e não conseguia finalizar. Aos 31 minutos, Castillo tabelou com Renan Oliveira, a bola desviou na zaga e caiu nos pés de Castillo, que da entrada da área bateu de primeira para acertar o gol de Bruno, fazendo 1 a 0 Atlético-MG. O time carioca sentiu o gol e continuou sem agilidade para sair do campo de defesa. O Galo manteve a pressão no ataque. O Flamengo reclamou por um pênalti não marcado, o volante Serginho teria colocado a mão na bola na área. Mas o árbitro Paulo César Oliveira não marcou.
No segundo tempo, apesar das modificações, o Flamengo não conseguia escapar da marcação atleticana. As únicas chances do Mengão vieram de bola parada. A torcida flamenguista ficava irritada com os erros do time, principalmente na hora de finalizar. O Atlético-MG aproveitou a desorganização da defesa do Flamengo para marcar o segundo. Castillo subiu pelo lado direito e tocou para Renan Oliveira, da marca do pênalti chutar para o gol.
O técnico flamenguista, Caio Júnior, já havia tentado algumas mudanças sem sucesso. No desespero tirou Vandinho para a entrada de Obina, mas continuou ouvindo as vaias da torcida e os gritos de “burro”. O Atlético-MG queria mais, e após um chute do boliviano Castillo, o goleiro Bruno espalmou e a bola sobrou para o zagueiro Leandro Almeida marcar o terceiro.
Essa foi a melhor partida do Atlético-MG no campeonato e deu fôlego para o time enfrentar o rival Cruzeiro no próximo domingo. "Dá moral bastante grande para o grupo, a gente sabe que o Flamengo está brigando pelo título, então a vitória foi muito importante e agora é pensar no clássico e ir em busca dos três pontos que são fundamentais", comentou o atacante Renan Oliveira.
Já o Flamengo praticamente deu adeus ao sonho do hexa. No próximo domingo o Flamengo enfrenta o Vasco, no clássico carioca. Caio Júnior lamentou a atuação da equipe. – “A torcida ficou envergonhada, como eu fiquei. Temos que assimilar. Futebol é assim, não é como a gente quer. Já temos que pensar no Vasco. Acho normal qualquer atitude do torcedor. Vou sempre ser defensor, porque eles enfrentam dificuldade para vir ao estádio e podem reclamar”, explicou Caio.

4 comentários:

Ivan Westin Júnior disse...

Blog muito bem escrito e claro. Parabéns pelo trabalho. Continua sendo meu meio de informações esportivas, ainda mais como prof. de Ed. Física.

Até que enfim meu Galo matou o Flamengo e distanciou da berlinda, ruma a Sulamericana. Vamos que vamos Galo doido!!!

Parabéns!!!

Tatiane disse...

gostamos muito da matéria e de todo o blog. Agora, sempre estaremos nos informando aqui as noticias do brasileirão. Parabéns!
Tati e Luíz

isabela disse...

oii priiimaa, parabens pelo seu blog ta show de bolaa! igual ao jogo do galo que foi lindooooooo! rsrsrsrs

parabens!!! bjuuuuuu

Anônimo disse...

Aninha, você é fera mesmo.....Vamos prá cima do Cruzeiro domingo e vamos ganhar....
um abraço