quinta-feira, 29 de abril de 2010

São Paulo fica no 0 a 0 e Inter perde para o Banfield


Richarlyson é segurado por Alex Silva ao tentar ir para cima da arbitragem.

Os times brasileiros começaram as disputas das oitavas-de-final da Taça Libertadores da América, nesta quarta-feira. São Paulo e Internacional foram jogar a primeira partida fora de casa. O time paulista foi até Lima, no Peru, enfrentar o Universitário e não conseguiu tirar o zero do placar. Mesmo com a volta do atacante Washington, após três partidas no banco, o São Paulo foi melhor, acertou a trave, mas a bola não entrou. Para o técnico Ricardo Gomes o resultado acabou favorável ao São Paulo, já que o Tricolor jogou quase todo o segundo tempo com um a menos. Richarlyson foi expulso após um carrinho grosseiro e teve que ser contido pelos companheiros querendo tirar satisfações com o árbitro. Para se manter na briga pela Libertadores, o São Paulo precisa de uma vitória simples, no próximo jogo, no Morumbi. Um empate com gols classifica o Universitário e outro 0 a 0, leva para os pênaltis.



Jogadores do Banfield comemoram gol. Técnico do Inter, Fossati, se despespera.

Já, o Inter, não teve um bom começo. Na primeira partida das oitavas-de-final, perdeu para o Banfield, na Argentina, por 3 a 1. O resultado complicou a vida do Inter para o jogo de volta. Para se classificar, o Colorado precisa vencer por 2 gols de diferença e só pode levar dois gols. Se o Banfield marcar três vezes garante a vaga. A partida foi marcada por uma arbitragem polêmica. Jogos entre times de Brasil e Argentina nunca são fáceis e esse foi nervoso, pegado, mas muito movimentado. Os gols só saíram no segundo tempo. Com dois minutos, Rodriguez marcou para os donos da casa. Kleber empatou, três minutos depois. Aos 13 minutos, Kleber dividiu a bola com Erviti e quando foi apoiar o pé no chão pisou no adversário. O árbitro foi duro e expulsou o brasileiro direto. Na cobrança, gol do Banfield, com impedimento não marcado pelo auxiliar. O Inter se perdeu depois do gol. Ainda chegou com perigo mais uma vez, mas não marcou. O Banfield ampliou com Fernández aos 35 minutos e selou a vitória do time argentino.

Um comentário:

Igor sausmikat disse...

Gostei do post feito e do blog,continue assim!
Beijos ana paula!
meu blog: http://igoresportes.blogspot.com/