segunda-feira, 16 de fevereiro de 2009

Cruzeiro vence Atlético em jogo polêmico

O clássico deste domingo entre Atlético e Cruzeiro foi marcado por lances polêmicos, erros de arbitragem e muitos gols perdidos. No final, melhor para o Cruzeiro, que venceu o jogo por 2 x 1. Agora já são nove jogos invictos, com oito vitórias e um empate. Assim, a Raposa segue na liderança do campeonato mineiro, com 15 pontos. Com a derrota, Atlético caiu para a 6ª posição na tabela.

Ramires marcou mais uma vez no clássico mineiro.

O jogo começou movimentado com o Atlético e o Cruzeiro buscando o ataque. Com duas chances para cada lado, aconteceu o lance mais polêmico do jogo, aos cinco minutos. O meia Carlos Alberto passou em velocidade pela marcação cruzeirense, e na entrada da área foi empurrado por Leo Fortunato. Numa falta clara, o árbitro Alício Pena Júnior, não marcou e mandou o jogo seguir. O técnico Leão, os jogadores e a torcida atleticana, não acreditaram e reclamaram muito do lance.
Depois da pressão atleticana no início do jogo, foi a vez do Cruzeiro apertar a zaga do Galo, quando Ramires acertou uma bola na trave. Aos 18 minutos, em uma bobeira de Diego Tardelli na saída de bola, Jancarlos cruzou para o próprio Ramires marcar o primeiro de cabeça. O Atlético foi para cima tentar o empate, mas desperdiçou várias chances de gol. Yuri perdeu um chute na cara de Fábio, Leandro Almeida acertou a trave e Tardelli bateu para fora. Para piorar a situação atleticana, Welton Felipe – que vinha fazendo uma boa partida – foi expulso após cometer falta em Soares, aos 37. Com um a menos em campo, o Cruzeiro logo aumentou o placar. Soares driblou Renan e chutou na saída de Juninho, que levou um frango.
Jogada da expulsão de Welton Felipe.

No segundo tempo, Adilson Batista entrou com os jogadores titulares, Wagner, Wellington Paulista e Jonathan. Mas ao invés de melhorar, o time caiu de rendimento. O Cruzeiro teve várias oportunidades de gol, mas perdeu todas. Adilson Batista foi a loucura quando Wellington Paulista perdeu um gol praticamente debaixo da trave. Com os problemas de finalização cruzeirense, o Atlético se animou e foi para cima. Carlos Alberto foi derrubado por Fábio dentro da área, aos 30 minutos. Diego Tardelli bateu com paradinha e diminui para o Galo. O Atlético cresceu com o gol, mas continuou perdendo as chances que criava.
Com o erro no início do jogo do árbitro Alicio Pena Júnior, o resultado da partida poderia ter sido diferente. A partida foi emocionante do início ao fim, com equilíbrio entre as duas equipes. Mas como no futebol não adianta ficar imaginando como teria sido, nos resta esperar pelo próximo confronto entre Atlético e Cruzeiro, pelo segundo turno do campeonato mineiro. É certeza de jogo tenso, disputado e com grandes emoções.
Assista aos gols da partida:

4 comentários:

João disse...

Oi Ana Paula, me chamo João e trabalho com sua irmã. Ela me mostrou seu blog hj. Muito bacana!! Parabéns! Pode deixar que vou entrar sempre que eu puder e deixar um comentário!
Zeroooooooo!
Abraço.

edigmar disse...

oi Ana Paula, adorei seu trabalho,principalmente essa materia do ultimo classico'CRUZEIRO E ATLETICO'pois foi atraves de sua materia que fiquei por dentro do que aconteceu na ultima disputas entre os rivais,sou atleticana e com a triste fatalidade que aconteceu no ultimo confronto entre o galo e a raposa nao pude acistir ao jogo pois nesse mesmo dia eu perdia um grande amigo vitima de violencia de um falso torcedor do cruzeiro que o abateu com um tiro no pescoço quando esperava o onibus para ir ao mineirao.Sua materia esta exelente pois nos deixa por dentro de tudo que aconteu,seus comentarios sao verdadeiramente bons sucesso continue com seu blogger pois ele é muito bom e relata o esporte em sua total realidade.

edigmar disse...

desculpe auguns erros escrevi com pressa.

Ana Paula Moreira disse...

Tudo bem Edigmar, os erros acontecem. Quanto ao seu comentário foi um absurdo o que aconteceu. Também fiquei indignada. Como você mesma disse, falso torcedor, por que quem torce de verdade, torce pelo bem do esporte e do futebol, de forma saudável. Essa violência tem que acabar.
Obrigada pelos elogios. Espero que continue acessando o blog.

Obrigada João. Continue entrando sim. Espero seus comentários.