segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Brasil vence todos os amistosos contra os Estados Unidos

As seleções de vôlei de Brasil e Estados Unidos se enfrentaram cinco vezes essa semana, por causa de uma série de amistosos. Diante da fanática torcida mineira, dois jogos em Montes Claros e três em Uberlândia, a jovem seleção brasileira venceu as cinco partidas, perdendo apenas dois sets. O técnico Bernardinho aproveitou os amistosos para dar chance aos novos talentos do vôlei brasileiro, e promoveu a estréia de alguns jogadores. Nomes desconhecido do grande público como Sandro, Mauricio, Theo, Mário Júnior, entraram em quadra e lutaram para impressionar o técnico e garantir vaga nas próximas convocações. Um dos destaques das partidas foi o oposto Leandrão, jogador do Sada/Cruzeiro.



Maurício, de barba, estreou com vitórias e como maior pontuador.
A torcida já pôde ver em ação atletas dos times mineiros que estarão na próxima Superliga. O melhor jogador do Mundial Juvenil, o ponteiro do Vivo/Minas, Mauricio, fez sua estréia na seleção adulta no segundo amistoso e não decepcionou. Entrou animado e fez o primeiro ponto do jogo. “Minha meta é continuar trabalhando bastante para sempre ser lembrado pelo Bernardinho. O que mais quero é estar aqui com esse grupo maravilhoso”, afirma o jovem ponteiro, que foi o maior pontuador do último jogo. Outra estréia foi do levantador Sandro, do Sada/Cruzeiro. O atleta substituiu Bruninho e não escondeu o nervosismo. “O começo da partida foi meio nervoso. Pude jogar ao lado de ídolos como Giba e Murilo e estou muito feliz por isso. Gostaria de agradecer muito a oportunidade de mostrar o meu trabalho”, disse Sandro.



Brasil venceu os cincos jogos amistosos contra a seleção americana.

O último confronto teve a volta de Bruninho, que se recuperava de lesão. Os amistosos serviram para Bernardinho testar novas formações e analisar a estréia de jogadores. Mas ele sabe que as vitórias fáceis em cima da seleção americana não é padrão. “Não podemos nos iludir. Sabemos que estávamos com uma equipe não tão completa, assim como os americanos. No entanto, os confrontos foram importantes para observarmos de perto atletas que serão importantes nesse novo ciclo olímpico”, analisou Bernardinho.

7 comentários:

Arnek disse...

parabens pelo blog sempre bom ter uma visão difrente na área esportiva

leandro magalhães disse...

Avante Brasil /o/
marcado

leandro magalhães disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nathissima disse...

Muito interessante seu blog....!
E sobre a seleção de volei, acho ela fantástica!
=)

kbritovb disse...

blog que fala de volei?
vo acompanhar sempre =D

acertei o texto do meu blog lê la de novo fazendo favor
www.ksasogra.blogspot.com

Érico disse...

Olá Ana Paula, parabéns pelo blog e saiba q volei, xadrez e tenis de mesa são meus esportes favoritos. Uma vez a selação de volei até veio disputar um capeonato aki na minha cidade (Manaus) e eu fui assistir. Pena q ela perdeu de 3X2 justamente para os EUA, mesmo assim foi um bom espetáculo. grande abraço e td de bom
ass: Érico

Caiovisk disse...

Brasil no vôlei não tem pra ninguém!
Nem dá mais graça!