terça-feira, 30 de junho de 2009

Brasil vence e convence!


O capitão Lúcio, autor do gol da vitória, levanta a taça de campeão.
Todo brasileiro que gosta de futebol se acha entendido do assunto e discute táticas, escalações e lances em conversas casuais e rodas de bar. O assunto pode ser o próprio time ou os adversários, mas a discutir sobre a seleção brasileira é quase unanimidade entre os torcedores. Dunga foi (e ainda é?) muito criticado quando assumiu a seleção, assim como todos os outros treinadores foram quando o Brasil não joga bonito, goleia e convence. Os resultados estão aí e a Copa das Confederações foi mais passo para a caminhada rumo à Copa de 2010. Não estou aqui defendendo o técnico Dunga, nem tão pouco criticando. Mas que o espírito dos jogadores em campo e o comprometimento com a equipe estão bem melhores do que o último grupo (de 2006), com certeza estão.

Dunga e a comissão técnica comemoram com Lúcio o terceiro gol.

A Copa das Confederações foi cheia de surpresas. Para qualquer amante do futebol, especialista ou não, a final entre Brasil e Estados Unidos era uma hipótese praticamente nula. A Itália, uma das favoritas, não se classificou para as semifinais. E a atual melhor do mundo, a Espanha, caiu diante de uma inexpressiva seleção americana, sem nenhuma tradição no futebol. O Brasil também passou por alguns sustos. O primeiro jogo contra o Egito parecia ser fácil e vitória garantida quando o Brasil abriu 2 a 0. Quem não se assustou quando os egípcios empatarem com dois gols em menos de três minutos? A vitória só sairia com um pênalti – bem marcado – aos 45 do segundo tempo. A partida da final também foi surpreendente. Para um desavisado que ligasse a televisão no intervalo do jogo, estranharia o placar de 2 a 0 para os americanos. O mérito do Brasil – comissão técnica e jogadores – foi saber sair de uma situação adversa e virar a partida, com a garra e disposição que gostamos de ver. Destaque especial para o zagueiro Lúcio. O capitão do time fez o gol da vitória e chorou na comemoração. Demonstração de força, raça e amor à camisa.


Lúcio, herói do jogo, vibra e se emociona ao marcar o gol do título.

Não foi a toa que papamos quase todos os quesitos nas premiações individuais. Além da taça da Copa das Confederações – conquistada pela terceira vez (1997. 2005 e 2009) – levamos também o troféu de melhor jogador com Kaká; segundo melhor jogador e artilheiro para Luis Fabiano. Só não ganhamos melhor goleiro para Julio César – indiscutivelmente o melhor goleiro do mundo na atualidade – pela ótima atuação de Tim Howard, dos Estados Unidos, na partida final. Quem também merece destaque é a seleção anfitriã. A África do Sul, muito bem dirigida pelo brasileiro Joel Santana, chegou as semifinais e quase conquistou o terceiro lugar contra a Espanha. Os espanhóis marcaram o gol da vitória na prorrogação, após um empate em 2 a 2 no tempo normal.


Luis Fabiano foi o artilheiro e segundo melhor jogador. Kaká foi eleito o melhor.

O que fica dessa Copa das Confederações é o trabalho bem feito de toda equipe. A seriedade e o compromisso dos jogadores, dentro e fora de campo. As substituições fizeram efeito e acredito que o grupo está praticamente fechado para a Copa do Mundo, com dúvidas em algumas posições. Agora, cabe ao Dunga conter o oba aba que imprensa, torcedores e jogadores possam fazer com os resultados alcançados. Mas, como a decepção da Copa de 2006 ainda está muito fresca na memória de todos, o clima de “já ganhou” pode não acontecer dessa vez. Acredito que o Dunga está conseguindo controlar o time quanto a esse sentimento. Vamos esperar para ver os próximos capítulos dessa história. O que você achou da atuação brasileira na Copa das Confederações? Deixe seus palpites nos comentários.

9 comentários:

Breno Bastos disse...

Gostaria de ver o que Dunga é capaz de fazer na Copa do Mundo.

Thi disse...

adoreio o formato de ver notícias de sporte!
abs

Gisa disse...

Bem legal seu post!!!
Agora vamos ver se eles daram o sangue na copa e nos trazer o tão esperado Hexa, né!!!
Parbéns pelo blog!!!
passa nos meus e não esqueça de comentar!!!
Meus blogs:
http://historiaderiegi.blogspot.com/
http://gisinnhaalves.blogspot.com/
Bjus!!

menumulher disse...

Copa das Confederações foi fácinha. Quero ver a Copa do Mundo.. aí sim vão ter que convencer mesmo.

Conheça nosso blog e deixe sua opinião:
http://menumulher.wordpress.com/

Marcus disse...

O Dunga foi bem, mas ele peca muito na convocação, se ele continuar chamando, "bostas" como Elano, Kléber [apesar de eu ser colorado] e o André Santos, ai a copa vai ficar longe!

Pobre esponja disse...

Graças, principalmente, ao Luís Fabiano, Lúcio e Kaká. Robinho joga com o passado. nas o Brasil está bem, uma virada contra um time recuado, vencendo de 2, não é para qualquer um.

abç
Pobre Esponja

Leo Pinheiro disse...

Futebol eu não discuto... Ensino! hehe

Tá certo, entendi... Aquela coisa dos 180 milhãoes de técnicos, né?

Bem, é muita gente para agradar.

Além do mais, como diria o mestre, 'toda unanimidade é burra'!

carlos mendes disse...

muito bom, a seleção esta de parabens falta o amadurecimento de algumas peças mas ta indo muito bem.

ps. agora um comentario a parte foi lindo ver a final com U.S.A porque vi uma porrada de comentarista falando que a seleção deles seriam saco de pancadas e talz e eles chegaram na final tem comentarista que calado é um poeta

Bala Salgada disse...

Menina você entende de futebol!

Eu fico contente pelo Brasil.