quinta-feira, 9 de abril de 2009

Minas vence partida eletrizante e adia decisão para segunda

Emocionante, tenso, cheio de reviravoltas. O segundo jogo da semifinal da Superliga Masculina entre Vivo/Minas e Sada/Cruzeiro não poderia ser diferente. Na primeira partida o Sada/Cruzeiro venceu por 3 sets a 0, em Itabira, resultado atípico para o duelo entre as equipes. Mas na lotada Arena JK – 3.650 pessoas foram assistir ao confronto – o Minas respondeu e de virada venceu por 3 sets a 2, com parciais de 25x27, 19x25, 25x23, 33x31 e 20x18. A decisão do finalista foi adiada para a próxima segunda-feira, também em Belo Horizonte.
A torcida das duas equipes lotou a Arena JK, pela semifinal da Superliga.

O Vivo/Minas começou nervoso, sentindo a pressão da responsabilidade de vencer. No primeiro set, o Sada/Cruzeiro esteve sempre a frente do placar, mas a diferença não passava de dois pontos. Com o saque forçado, o passe não chegava bem às mãos do levantador Rafinha e o Vivo/Minas tinha dificuldade de finalizar o ponto. Léo Mineiro fechou o set em 25x27 com um ponto de saque. O time da casa continuou tenso no segundo set. o Sada/Cruzeiro se aproveitou dos erros do Vivo/Minas para abrir vantagem e fechar o set em 19x25.


Equipe do Sada/Cruzeiro comemora vitória no segundo set.

Mauro Grasso tirou o meio-de-rede Henrique e colocou o Thiago Barth, recém convocado para a seleção brasileirae eleito o melhor em quadra. Daniel também entrou na posição de Rafinha. No terceiro set, a equipe reagiu. Segundo Mauro Grasso ele mandou o time relaxar e jogar mais tranqüilo. “Eu falei relaxa galera, vamos jogando, vamos nos divertindo, vamos sorrir e vamos vibrar um pouco mais. E deu certo. O grupo todo está de parabéns. Quem eu pus na quadra deu certo”. E deu mesmo. Dessa vez quem estava tenso e ansioso para fechar a partida foi o Sada/Cruzeiro, que acabou errando muito neste set. O Vivo/Minas fechou o set em 25x23.

Thiago Barth, que foi convocado para seleção, levou o troféu Viva Vôlei.

O quarto set foi o mais tenso da partida. O Minas precisava vencer para levar a decisão para o tie-break. O Cruzeiro queria vencer e garantir a vaga para a final. No set mais disputado, os times brigavam ponto a ponto, se revezando à frente no placar. Henrique, que tinha saído para a entrada de Thiagão, volta no lugar de André Heller e se torna o nome do set. Ele fez os dois pontos da virada do Minas no meio do set e fechou com uma bomba no saque em 33x31.

Mauro Grasso orienta a equipe Vivo/Minas no tie-break.

A emoção continuou no quinto set. O equilíbrio entre as equipes era visto dentro de quadra e no placar. O set foi disputado ponto a ponto novamente. O Sada/Cruzeiro teve duas oportunidades de fechar o set quando fez 12x14, mas errou e permitiu a virada do Vivo/Minas. Henrique, que voltou muito bem, fez mais um ponto de saque. Os atacantes do Vivo/Minas fizeram sua parte. Ezinho, André Nascimento e Henrique viraram todas as bolas que receberam, mas foi Mauricio que fechou o jogo em 20x18.
Para Sandro, levantador do Sada/Cruzeiro, a equipe do Minas fez por merecer, mas eles virão para cima no próximo jogo. “Nós perdemos uma batalha hoje, mas vamos ganhar essa guerra”, afirmou. Já o técnico Talmo Oliveira lamenta as chances perdidas. “Não tivemos a sorte, a competência, a frieza para decidir. Mas agora vamos de novo”. Para o jogo de segunda-feira, o técnico promete muita luta e muito trabalho de sua equipe. O capitão do Vivo/Minas, André Heller garante que a próxima partida será tensa e difícil como a de ontem.

Henrique foi fundamental na vitória do Vivo/Minas.

O meio-de-rede Henrique saiu exaltado da partida. “To feliz demais. A gente provou hoje que ninguém bate a gente aqui dentro e o próximo jogo vai ser assim também. A gente não desistiu. O placar parecia perdido, mas a gente acreditou até o final”, disse Henrique. A decisão fica para segunda-feira, na Arena JK. O finalista vai enfrentar o vencedor entre Florianópolis e Brasil Vôlei Clube. O time catarinense já tem um jogo de vantagem, já que venceu a primeira partida por 3 sets a 0. A final será dia 19, no Maracanãzinho.

5 comentários:

Cecília disse...

Eu, sua priminha linda achei muito legal você comentar sobre esportes (inclusive o atlético!)e avise à Flavinha que se ela quer ser famosa pelas fotos que ela monte seu proprioblogger!

Ricardo disse...

Adorei os comentários. Adorei as fotos, quem é a fotógrafa? Beijos, Ricardo

Ivan Junior disse...

Nunca ví o Minas passar tanto aperto igual a esse. O time do Cruzeiro está muito bem treinado pela Talmo. Adorei essa matéria,

Parabéns!!!

Flávia disse...

Nossa.... esse jogo foi muito bom!! Eu já tava até passando mal de tão nervosa que fiquei..... O Cruzeiro jogou muto bem, mas a vitória do Minas foi emocionante!
Valeu Minas!!

Fã Clube disse...

Parabéns pelo blog
ta mto bacana
eu so do FCdoHenrique
se vc tiver alguma foto dele
vc poderia me mandar porfavor

obrigado
bjo

faclube_henriquerandow@hotmail.com