quinta-feira, 16 de abril de 2009

Atlético passa sufoco e fica no empate com Guaratinguetá

Pela segunda fase da Copa do Brasil, o Atlético empatou com o Guaratinguetá fora de casa por 2 a 2. O jogo foi repleto de lances polêmicos e confusões. Um pênalti foi marcado para cada lado, mas os dois irregulares. O presidente do time da casa, Carlos Arini, entrou no campo no intervalo para brigar com o árbitro. O próximo jogo será dia 23, quinta-feira, no Mineirão. O time mineiro pode empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 que se classifica. Qualquer vitória dos paulistas e o Galo está fora.

O Guaratinguetá saiu na frente contra o Atlético, pela Copa do Brasil.

O Guaratinguetá começou o jogo pressionando e abriu o placar aos 3 minutos. Depois da cobrança de escanteio Guaru pegou a sobra na entrada da área e acertou um belo chute no canto de Juninho. 1 a 0 para o time da casa. O gol assustou o Atlético, que tinha dificuldades para sair jogando. O Guará era todo pressão e foi para cima do Galo. Juninho teve que fazer grandes defesas. No final do primeiro tempo aconteceu o primeiro lance polêmico. Tardelli recebeu a bola na entrada da área, correu e trombou com o goleiro. O juiz marcou pênalti. Ele mesmo foi para a cobrança e empatou.

O presidente do Guaratinguetá, Carlos Arini, foi discutir com o árbitro.
Os jogadores reclamaram muito da marcação do árbitro enquanto a torcida gritava “vergonha”. Quando terminou o primeiro tempo, o presidente do Guaratinguetá, Carlos Arini, invadiu o campo e foi em direção ao juiz tirar satisfações. O policiamento cercou o árbitro e o presidente foi retirado pelos seguranças. Cena lamentável. No segundo tempo o Guará voltou melhor e levou perigo ao gol de Juninho.

Diego Tardelli fez os dois gols atleticanos e já tem 21 na temporada.

Só dava Guaratinguetá no jogo quando, novamente, Diego Tardelli recebeu um belo lançamento de Junior dentro da área. O atacante se livrou da marcação e tocou para o fundo da rede. Virada atleticana: 2 a 1, aos 17 minutos. Dez minutos depois outro lance polêmico. Juninho foi advertido com cartão amarelo por retardar a reposição de bola. O goleiro atleticano demorou outra vez e foi expulso. O outro erro do árbitro foi aos 31 minutos. A bola bateu no braço de Márcio Araújo dentro da área. Pênalti, batido por Nenê empatando a partida. Erros para os dois lados e reclamações dos dois times. O resultado foi justo pela atuação das equipes em campo.
Assista aos gols da partida:

6 comentários:

avassaladorasrio disse...

Querida amiga avassaladora...
Sou uma "anta" para assuntos de esporte em geral.. torço na copa do mundo, nas olimpiadas e jogos pan americanos.. mas sabero que esta acontecndo é outra historia....
agora já sei onde procurar quando quiser saber!
Sucesso

Adriano Ferreira, CM disse...

caramba, que jogo tenso. acompanhei pela itatiaia, não esperava que o galo tivesse dificuldades contra um time rbaixado no campeonato paulista. bom, isso serve para mostrar que os times do campeonato mineiro não servem de parâmetro para nada.

Denise Lela disse...

É sempre bom ver uma mulher mandando bem no esporte!

é um grande orgulho!
PARABÉNS!

Thais Puga®. disse...

Cara! ..
Sou meio demente pra esportes, principalmente o futebol ... vejo jogos e tals... entendo, mas assim para "conversar" sobre o assunto sou péssima... Mas sempre gosto de estar lendo sobre... até porque é um dos assuntos mais se conversados no dia-a-dia... ainda mais no meu trabalho onde a maioria são homens...

E com certeza estarei sempre por aqui, pois é uma MULHER quem aborda o assunto de forma tão sensacional...

Adorei o blog.
Té,
Beijos. xD

eu-amo-a-ey disse...

Oi Ana Paula, parabéns pelo Blog. Muito legal ver uma mulher comentando futebol tão bem.

Quanto ao post, não tenho a mínima dúvida de que o Galo leva essa vaga com o pé nas costas no Mineirão.

Beijos!

Nessullius disse...

Nossa, tô tão porfora dos esportes... nem tenho tempo pra esportes.. :/