quinta-feira, 17 de junho de 2010

Brasil estréia com vitória magra na Copa do Mundo


Elano faz o segundo gol do Brasil e comemora com os companheiros.

O futebol de resultados do Dunga não encantou na estréia do Brasil na Copa, mas garantiu a vitória e o primeiro lugar do grupo G. Quem brilhou na partida contra a fraca Coréia do Norte, foram os coadjuvantes Maicon e Elano autores dos gols brasileiros. A nossa tão aclamada defesa falhou, e o norte-coreano, Yun Nam, marcou em cima do melhor goleiro do mundo. Estréia magra da seleção brasileira, 2 a 1 apenas. Das estrelas do Brasil, só Robinho jogou bem. Luis Fabiano teve atuação apagada e Kaká, que ainda não está em sua melhor forma, teve dificuldades de se achar na partida. O lateral direito e autor do primeiro gol do Brasil na Copa da África, Maicon, foi eleito o melhor jogador da partida.



Maicon faz seu primeiro gol em Copas do Mundo e beija a aliança para comemorar.

O jogo foi feio, o Brasil não empolgou. Mas não foi a única que desapontou na estréia. O nervosismo e a ansiedade da primeira partida foram cruciais em praticamente todas as seleções. O primeiro tempo foi monótono, com o Brasil nervoso em campo e poucas jogadas criativas. A seleção de Dunga dominava a partida, pois tem muito mais qualidade técnica que a o Coréia do Norte, mas criava pouco e não levava grandes perigos ao goleiro coreano. Robinho foi o jogador que mais se movimentou no primeiro tempo. Buscou o jogo, voltou para receber a bola, criou lances interessantes. Mas os gols só saíram no segundo tempo.



Yun Nam conseguiu marcar para a Coréia do Norte no fim do jogo.

Mas o Brasil ainda preocupa. Nosso principal craque ainda precisa melhorar. O medo de não termos um substituto à altura de Kaká ainda existe. Dunga testou. Quando saiu o camisa 10 do Brasil, o técnico recuou Robinho e colocou Nilmar. O atacante do Santos assumiu a posição de Kaká e não Julio Baptista. Mas depois dos dois gols brasileiros o rendimento da seleção caiu e as mudanças não surtiram o efeito desejado. Tanto que após a saída de Felipe Melo e a entrada de Ramires, a seleção perdeu na marcação e tomou um gol bobo da Coréia. Falha da defesa que é a melhor da Copa. O Brasil não conseguiu uma grande vantagem de gols em cima do adversário teoricamente mais fraco do grupo. Mas foi favorecido pelo empate entre Costa do Marfim e Portugal. Vamos torcer para que o Brasil apresente nos próximos jogos o futebol que os torcedores querem ver.

Um comentário:

portuguesesnoestrangeiro disse...

Excelente blog!

Topa uma parceria?

o meu blog é:
www.portuguesesnoestrangeiro.wordpress.com

Cumprimentos,
Paulo Silva